DICAS DE ACÚSTICA NOS AMBIENTES

A acústica de um ambiente depende de dois fatores, sendo um deles a qualidade do som produzido dentro dele e o outro a quantidade de som que entra ou sai dele através das paredes.

No primeiro caso, a qualidade é determinada pela capacidade de absorção dos sons do ambiente, porque quanto maior a absorção maior o conforto em termos de acústica. Isso acontece porque quando o som bate nas superfícies e é rebatido, ele volta para o ambiente e continua sendo jogado de lá para cá, criando o que se chama de “reverberação”, que é basicamente aquele efeito de eco. Esse efeito, além de fazer com que os sons fiquem mais confusos e incômodos, dá a impressão de que se está em um galpão ou outro ambiente mais frio, o que não é muito aconchegante.

Para melhorar a acústica nesse sentido, basta utilizar materiais mais absorventes nos revestimentos e mobiliário, como tecidos, madeira, cortiça.

Já em relação aos sons que vêm de fora, é claro que a qualidade acústica vai depender também de quais são os ruídos externos, mas de qualquer forma é interessante ter paredes com um bom isolamento acústico, inclusive para não deixar vazar os sons de um ambiente para o outro, como o barulho da TV que passa da sala para o quarto, por exemplo.

sala-4

Nesse caso, dependendo do grau de isolamento necessário, é possível criar paredes duplas, que fazem com que o som se perca no espaço vazio entre as duas faces, ou então preencher as paredes com material isolante, como EPS, lã de vidro, etc. As divisórias não precisam ser feitas necessariamente com tijolos, sendo inclusive possível criar o efeito de parede dupla com móveis na frente das paredes, como armários altos colocados próximos à ela mas sem encostar totalmente no fundo. Nesse caso é importante que as laterais estejam fechadas, formando um vazio fechado no fundo para que o som não escape.

Existem sistemas construtivos que por si só possuem melhor qualidade em relação à acústica, como as construções em EPS, que são feitas com material isolante, ou o tijolo ecológico, que possui furos no seu interior, que funcionam como se cada tijolo tivesse duas faces, formando uma parede dupla.

As portas e janelas acústicas são indicadas para estúdios ou ambientes que fiquem em locais com muitos ruídos, e funcionam basicamente pelo sistema de aprisionar o som entre as duas faces e também oferecer melhor vedação nas laterais do que as janelas comuns.

Fonte: http://dicasdearquitetura.com.br/dicas-de-acustica/